Ao lado de ACM Neto, Yandra Moura lança Projeto ‘Novos Caminhos Para Aracaju’

A deputada federal Yandra Moura, vice-líder do União Brasil na Câmara dos Deputados, lançou nesta sexta-feira (17), ao lado do presidente da Fundação Índigo, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto, o Projeto ‘Novos Caminhos para Aracaju’ que tem como objetivo ouvir as pessoas e preparar uma proposta inovadora para a próxima gestão municipal.

A Fundação Índigo tem como missão formar líderes, pensar e debater o Brasil. “A gente quer qualificar os nossos quadros políticos, sobretudo aqueles que podem ser gestores no futuro. Na hora certa, quando os pré-candidatos forem oficializados candidatos a prefeito, já vamos ter um conjunto de ideias discutidas e permitirá com que eles se coloquem de maneira muito mais qualificada no debate. E, ganhando a eleição, já vão sentar na cadeira e saber o que fazer desde o primeiro dia”, explicou ACM Neto.

Yandra Moura, que coordena o projeto em Aracaju, destacou que o objetivo é criar estratégias eficientes e inovadoras, sendo este o primeiro passo para promover o progresso. “Eu fico muito feliz de trazer para Aracaju um grande exemplo de sucesso que foi a gestão de ACM Neto na capital baiana, para que a gente possa construir um plano de governo robusto, e não apenas replicar êxitos, mas adaptá-los de maneira estratégica à realidade de Aracaju. Assim faremos também através das nossas rodas de conversas nos diversos bairros da nossa capital, onde buscaremos não apenas ouvir, mas também integrar as vozes da comunidade, de forma participativa na busca por soluções que impulsionem o progresso de Aracaju”.

Durante sua apresentação, Luciano Rezende, ex-prefeito do município de Vitória, defendeu uma real gestão compartilhada e apresentou o conceito de um governo R.E.T.O, adotado na capital do Espírito Santo. Governo RETO é um governo Rápido, Eficiente, Transparente e Online. “Implementamos em nosso governo municipal a gestão compartilhada e os nossos bons resultados só foram possíveis graças a isto. Através de uma gestão que se nutre do diálogo, cooperação coletiva, corresponsabilidade e solidariedade”, disse Luciano.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Comissão vai debater condições de trabalho e ataques sofridos por pescadores artesanais

Next Post

Comissão discute proteção a crianças que perderam os pais na pandemia

Related Posts